16/08/2018

Idade do escritório contábil: Você realmente conhece a sua?

Você realmente sabe a idade do seu escritório contábil? Diferente do que muitos empreendedores pensam, definir a idade de um negócio não está relacionado ao seu tempo no mercado. Mas sim, a maturidade da gestão do escritório.

É inevitável, na medida em que um negócio cresce, o empreendedor precisa realizar mudanças na sua gestão. Caso contrário, ele não irá acompanhar a evolução da sua empresa e irá se deparar com a estagnação, ou pior, com a falência da mesma.

Para que isso não aconteça com o seu escritório de contabilidade, é crucial que você identifique a idade do seu negócio e tome as decisões corretas para que ele continue crescendo.

Não sabe como fazer isso? Neste post  não só iremos apresentar as três principais idades de um negócio, mas também indicar quais são os métodos que você deve adotar para fazer o seu escritório crescer. Confira:

1 – Escritório contábil na infância – A fase do técnico

Abrir um escritório contábil é o marco da fase da infância, é o momento em que o empreendedor se vê livre para trabalhar do jeito que sempre sonhou. Até que a realidade bate à porta, que é quando ele começa a desenvolver atividades por mais de 14 horas por dia, 7 dias por semana.

Ele deixa de ser o chefe e se torna o técnico da empresa, ou seja, o responsável tanto pelos serviços do escritório, como também por todas as demais operações administrativa do negócio.

O maior sinal de que o seu negócio ainda está na infância é que se você parar de trabalhar, o seu escritório também para. Isso ocorre, pelo simples fato de que você se tornou o seu negócio e todos os seus clientes dependem exclusivamente de você.

 

Quando a infância entra em crise

Os primeiros indícios de que a fase da infância do seu negócio está chegando ao fim e que é necessário realizar mudanças, ocorre quando o contador está sobrecarregado e o seu trabalho começa a perder qualidade.

Essa é a famosa crise da infância. Para superá-la, é preciso que o contador comece a fazer contratações para conseguir sair da parte operacional e gerir o seu próprio negócio. Caso contrário, os riscos do negócio falir aumentam consideravelmente.

Aliás, é justamente nessa fase, que a maioria dos técnicos desistem e voltam aos seus antigos empregos. Perdendo assim, a possibilidade de gerirem os seus próprios negócios e se tornarem gestores.

Por outro lado, se você toma as medidas certas, o seu negócio entra em outra idade. A adolescência, que é permeada de novos desafios e exige ainda mais do gestor.

2 – A adolescência do escritório – Gestor

Normalmente, a idade da adolescência tem início quando o empreendedor decide contratar um especialista técnico. Assim, esse profissional passa a ser responsável pela maioria dos processos operacionais do escritório, além de todas as atividades que o contador não gostaria de realizar.

Nessa fase da empresa, o contador começa a ter funções gerenciais e tem a responsabilidade de supervisionar o trabalho do novo funcionário. Além disso, ele terá mais tempo para se dedicar ao crescimento do seu escritório.

Como as atividades administrativas estão delegadas, o empreendedor possui mais tempo livre. É nesse momento que a sensação de que você se tornou o chefe é maior, afinal houve uma grande redução da sua jornada de trabalho e ela passou a ser mais leve e fácil.

 

A crise da adolescência

Diferente do que se pode imaginar, nessa fase também existem problemas que precisam ser superados para que o negócio continue evoluindo. Eles começam a aparecer devido a ocorrência de problemas frequentes na gestão.

Alguns exemplos desse tipo de situação, são:

 

  • Constantes reclamações sobre o atendimento
  • Atraso na entrega de demandas
  • Perda da qualidade do trabalho
  • Falta de controle financeiro

 

Nesses casos, é comum que o contador retroceda no tempo, para a idade da infância. Ou seja, volte a ficar preso em atividades operacionais e fique sobrecarregado de trabalho, mesmo com o novo funcionário.

O segredo para superar essa fase é investir em cursos de qualificação em gestão. Assim, é possível lidar com os novos desafios da adolescência e avançar para a tão sonhada maturidade do escritório contábil.

 

3 – A fase da maturidade do escritório – o empreendedor

A fase da maturidade é conhecida devido a postura empreendedora do contador. É nesse momento, em que o proprietário deixa de se questionar sobre qual o trabalho que precisa ser feito no dia e passa a se preocupar pelo desenvolvimento de estratégias para alavancar o escritório contábil.

Aqui, o principal objetivo do empreendedor é fazer com que o escritório gere mais resultados e lucros. Marca o fim da preocupação excessiva com as atividades administrativas e operacionais e o início da fase de planejamento e execução de estratégias.

Além disso, é nessa fase que o escritório passa a ter um posicionamento mais estável no mercado. Mas atenção! Isso não quer dizer que ele irá estagnar, pelo contrário, é o momento de investir em constantes melhorias gerenciais e inovação.

 

Agora que você conhece todas as fases que a maioria das empresas passa, ou seja, a infância, a adolescência e a maturidade, consegue identificar a idade do seu escritório contábil?

Independente da sua idade, para que o seu negócio seja um sucesso precisa ter todas as 3 estruturas bem desenvolvidas e com excelência. Para tornar esse processo mais rápido e eficaz, você pode optar por:

 

  • Fazer fusões e buscar sócios que completem o tripé da idade
  • Fazer parcerias com redes que ajudem o escritório a crescer
  • Aderir ao modelo de franquia, que oferece todo o suporte para que o escritório mude de idade de maneira imediata
  • Contratar uma consultoria para auxiliar na mudança de uma fase para outra;
  • Investir em capacitações constantes na área de gestão

 

A dica aqui é sempre fazer com que o técnico, gestor e empreendedor se desenvolvam de maneira sólida. Afinal, isso irá impedir que os problemas gerenciais prejudiquem o avanço da sua empresa e de você ter sucesso no mercado contábil.

Siga as dicas e comece agora mesmo a fazer as alterações necessárias no seu negócio.