31/01/2018

Empreendedorismo contábil: como ser bem-sucedido

O empreendedorismo contábil tem crescido muito nos últimos anos e existem várias razões para isso: a alta competitividade que inviabiliza a atuação como autônomo, o aumento do desemprego nos últimos anos, o excesso de demanda das empresas por serviços contábeis e, claro, os avanços tecnológicos e burocráticos que tornaram mais fácil a criação e a gestão de uma empresa.

A questão é que não basta tão somente ter um CNPJ para poder se dizer empreendedor. É necessário reunir uma série de características, conhecimentos e se planejar bastante para que, de fato, o empreendedorismo contábil seja significado de sucesso empresarial.

Neste ebook, comentamos sobre algumas dessas características do empreendedor contábil bem-sucedido. Abaixo, seguem algumas estratégias básicas para se levar em conta antes de abrir o seu próprio negócio contábil.

1 – PENSE COMO EMPRESÁRIO, E NÃO SÓ COMO CONTADOR

 

 

Espera-se que uma empresa de contabilidade entregue guias, calcule impostos, faça folhas de pagamentos e diversas tarefas meramente burocráticas. Isso qualquer empresa contábil é capaz de fazer com mais ou menos eficiência, pois se tratam de obrigações técnicas relativas à nossa área.

No entanto, será que essas habilidades técnicas são suficientes na hora de se destacar como um empreendedor contábil?

Adianto que não. O grande diferencial de um empreendedor contábil é trabalhar também como um consultor de uma outra empresa.

Quando atua como contador e empresário, todas as suas ferramentas técnicas devem servir como métricas para ajudar a alavancar o negócio do seu cliente. Sendo assim, quanto mais o empreendedor contábil souber soluções para oferecer à empresa do seu cliente, mais ele se destacará no mercado como um consultor de resultado.

Uma boa dica é começar a ler livros de Empreendedorismo para começar a pensar como um empreendedor, buscando maneiras de fazer seu negócio crescer em escala.

2 – TORNE-SE ESPECIALISTA EM UM NICHO

Ao montar seu plano de negócios, é fundamental decidir qual o segmento você deseja atuar para se tornar um especialista na área. Naturalmente, essa escolha deve vir pautada em uma verdadeira autoridade ou desejo de estudar aquela área.

A segmentação é uma tendência mundial para ganhar autoridade em um determinado setor e poder ganhar mais com uma carga menor de trabalho. Um médico, por exemplo, que é muito atarefado e pode não estar disponível nem mesmo depois do horário comercial, deve se interessar muito por um serviço de contabilidade 24 horas. Já um profissional que atua mais à noite pode ter preferência por ser atendido de manhã ou nos finais de semana. Apenas estudando o seu nicho é possível descobrir qual será o seu diferencial.

Isso facilita muito o seu dia a dia porque acaba sendo um especialista não só nas leis tributárias do segmento, mas nos problemas comuns do setor, ou seja, nas dores do cliente. Isso ajuda a pensar em melhores estratégias de atuação para oferecer serviços que destaquem o seu negócio dentro do mercado, por oferecer uma abordagem específica que gera resultados reais. Do contrário, o cliente buscará a contabilidade que simplesmente ofereça o melhor preço a ele. E não é assim que deve funcionar nosso serviço, não é mesmo?

3 – PRECIFIQUE CORRETAMENTE

Outro ponto importante que deve ser decidido ao escolher o segmento – ou nicho – de atuação é o preço que você cobrará pelos seus serviços (baixe aqui nossa planilha de precificação). Mesmo sendo pequeno e iniciando no mercado, é preciso ter um preço compatível com o trabalho que você fará. Do contrário, chegará um momento em que terá uma quantidade tão grande de clientes baratos que não dará conta do trabalho e sequer compensará contratar alguém para auxiliá-lo.

Portanto, é preciso chegar em um valor justo para o seu trabalho sabendo que o seu preço passará também no boca-a-boca dentro do segmento que você atua. Você acha que esse valor é adequado ao seu trabalho?

Lembre-se que você é um especialista no assunto. Depois de encontrar o valor você pode se preocupar com as estratégias de marketing compatíveis para inserir o seu serviço no mercado.


4 – PLANEJE SEU NEGÓCIO

É importante entender que a área de Contabilidade não funciona mais como antigamente, na qual o contador, após ter 1, 2 ou 3 clientes, abria seu próprio escritório e “panfletava” no comércio local e adquiria sua clientela na base do boca-a-boca. Hoje, temos o universo digital e a competição por preços com os serviços de contabilidade online.

Busque ajuda antes de montar seu negócio. Informe-se junto a órgãos como a Sebrae, mas aproveite a imensa rede de informações contida no universo virtual para se informar sobre o seu segmento, pesquisar mercado e concorrência, ter ideias, ver como os planos estão funcionando hoje. Isso vai ajudar a delinear o seu diferencial dentro de um mercado cheio de aplicativos e ferramentas automáticas que não podem fazer o mesmo serviço que o ser humano é capaz de realizar.

Assim como qualquer empresário, o seu planejamento estrutural que acontecerá dentro de seu plano de negócios (veja aqui como traçar seu plano de negócios) é a peça-chave para prestar um bom serviço. Nessa hora, é importante decidir:

– Preciso de um escritório ou posso iniciar meus serviços home office?

– Com quais sistemas posso trabalhar? São gratuitos ou preciso investir?

– Qual será o meu capital de giro? Qual o meu investimento inicial?

– Qual a minha meta mensal de lucro?

Essas são perguntas básicas, mas você pode estender para perguntas mais específicas do seu nicho e dos seus objetivos na medida em que estuda o setor e define as contingências dentro do seu negócio.

É importante frisar que começar sem ter tudo isso definido é dar um tiro no escuro, pois quanto menos precisar fazer mudanças no meio do caminho, mais rápido você conquistará o mercado e garantirá a rentabilidade da sua empresa.

 

5 – OFEREÇA PACOTES DIVERSOS DE ACORDO COM A NECESSIDADE DA EMPRESA

Uma estratégia fundamental no mercado diverso que temos hoje é a necessidade de oferecer serviços diferentes de acordo com o “tamanho do bolso” do cliente.

Quando o marketing dos serviços não era tão digital como hoje, era normal que uma empresa X só atendesse clientes de determinada classe social e status. No entanto, hoje o mesmo cliente da Classe C pode ter acesso à mesma informação que tem um cliente da Classe A. Portanto, como fazer para contemplar a variedade de clientes que podem surgir através do marketing digital?

A solução mais fácil e inovadora é oferecer diferentes tipos de serviço de acordo não só com a necessidade da empresa bem como da disponibilidade financeira do cliente.

Um cliente que esteja dando um início a um negócio pode ter suas necessidades satisfeitas apenas com um atendimento e suporte online, por exemplo, o que reduz seus custos e sua disponibilidade presencial e, naturalmente, torna mais acessível o preço final para o cliente.

No entanto, um outro cliente pode demandar atendimento físico e ter necessidades maiores de suporte. Pode ser necessário realizar reuniões, estar disponível no telefone, por exemplo. Em um caso de uma empresa de grande porte, pode ser necessário enviar um funcionário para dar uma assistência no dia a dia da organização e isso terá um custo mais elevado. No entanto, se for uma empresa de grande porte, ela pode arcar com esses custos.

Portanto, mesmo atuando como especialista de uma área só, lembre-se que clientes diferentes possuem necessidades igualmente distintas e é bom se preparar com os pacotes de serviço adequados e ir aperfeiçoando-os na medida em que as necessidades dos clientes são compartilhadas com você.

Para isso, nunca deixe de perguntar para os clientes como você pode melhorar seu serviço e do que eles sentiram falta. Os clientes são o melhor termômetro e a bússola para alavancar o sucesso e a qualidade do serviço que você entrega.

6 – ESTUDE A FRANQUIA CONTÁBIL

Como mostramos, é difícil abrir um negócio do zero em um mercado competitivo o de hoje.

A franquia contábil, por sua vez, oferece um modelo de negócios pronto, com sistemas de atendimento, metodologias próprias para agregar valor em suas consultorias e possibilidade de centralizar as obrigações acessórias na franqueadora (entrega de guias e impostos, folhas de pagamento etc) para o empreendedor contábil fica mais livre para pensar nas suas próprias estratégias.

A franquia abre um norte para conquistar novos clientes e, além disso, fortalece a marca conforme vão entrando novos franqueados. A atuação em rede é um dos melhores antídotos contra a competição por preço e a favor da rentabilidade do negócio contábil.

O aprimoramento constante da franqueadora vai permitir que um contador se torne empreendedor e oferecer mais segurança na medida em que dá suporte tanto para o empreendedor contábil que está iniciando quanto para o que já tem seu escritório e quer ganhar competitividade no mercado.

Portanto, estude com carinho este mercado, busque informações sobre as franquias que estão mais bem posicionadas, verifique se elas estão cadastradas na ABF (Associação Brasileira de Franchising), entre em contato com alguns franqueados para entender se estão satisfeitos, enfim, vá atrás de subsídios para saber se vale a pena adotar essa estratégia.

Na CF Contabilidade, estamos à disposição para apresentar nosso plano de negócios e conversarmos a respeito da possibilidade de você entrar para o nosso time de empreendedores contábeis. Entre em contato conosco!