25/06/2021

Correr riscos calculados: comportamento do empreendedor de sucesso

Conheça o segundo comportamento necessário para ser um empreendedor bem sucedido e manter seu negócio a longo prazo

Você gosta de se arriscar? Quantas vezes você perdeu dinheiro por não fazer contas de algum projeto? Você provavelmente deve ter começado uma obra e dito vou gastar uns R$10 mil, no máximo” e no decorrer dela, o custo quase dobrou. Isso só aconteceu porque você não seguiu um dos mantras mais importantes para a vida de um empreendedor: corra riscos calculados.

Sabia que essa atitude pode fechar as portas de seu negócio? Hoje vou explicar como você pode correr riscos calculados, o segundo comportamento necessário para ser um empreendedor de sucesso.

Vou contar a história de um amigo que começou um negócio com uma bolada de sua rescisão de mais de R$1 milhão. Ele escolheu a atividade e montou o primeiro ponto com uns R$300 mil. No primeiro mês, as vendas foram bem e todo o dinheiro do estoque virou caixa. Como ele não entendia de finanças, achou que o caixa era lucro e começou a gastar por conta. Comprou casa, abriu mais 2 negócios e conseguiu um carro importado dos sonhos. Infelizmente, 2 anos depois, quebrou e perdeu toda sua rescisão.

Não estou falando que você deve parar de investir, arriscar ou fazer investimentos, mas isso deve ser feito de maneira segura, calculando riscos e mitigando a perda patrimonial.

Quando digo que você deve correr riscos calculados, quero dizer que se arriscar é importante para qualquer empreendedor. Em algumas situações, quanto maior o risco, maior o retorno, mas isso nem sempre deve ser testado de forma extrema. Algumas questões como o volume do capital investido, tempo de retorno e cenários devem ser avaliadas para saber se você realmente está preparado para o pior.

É difícil saber porque os empresários não têm clareza sobre esse assunto. Na maioria das vezes, eles acham que montar um negócio é fácil como usar uma fórmula mágica, mas quem está nessa jornada a algum tempo sabe que não é assim que funciona.

Recentemente, estive com um empresário que alugou a minha propriedade para inaugurar uma clínica de estética. Fiquei extremamente preocupado com isso, afinal, seu negócio poderia quebrar e ele fechar sem me pagar o aluguel. Dessa forma, chamei-o para uma reunião para entender melhor seu negócio e fecharmos a locação.

Logo na primeira reunião, percebi que ele estava perdido. Eu perguntava alguns dado como o custo do material aplicado, os gastos para a obra e número de funcionários, mas o empresário novato tinha que pesquisar as informações, por isso, me assustei e preferi progredir com o assunto.

Nesse sentido, comecei a montar uma planilha para aprofundar os dados e retirarmos números que ele nem imaginava. O empresário, por exemplo, não sabia que se as vendas não fossem boas, seria necessário guardar mais de R$ 120 mil para manter o negócio aberto.

Outra informação é que, caso vendesse em 10X sem juros no cartão, ele perderia R$ 7 mil por mês em juros de antecipação, ou teria de ter de capital de giro em torno de R$ 300 mil para receber as vendas em 10 meses. Ele não sabia que precisaria de duas esteticistas para entregar R$ 60 mil de faturamento, ou seja, queria ter uma receita que não tinha mão de obra para entregar.

No final da reunião, ele saiu do encontro com duas sensações:

– A primeira, era que todo contador é incrível e pode ajudar empresas a se garantir em longo prazo;
– A segunda, era que ele precisava se aprofundar nos dados para calcular seus riscos e investimentos, já que ele imaginava que estaria tudo resolvido investindo R$ 30 mil e contratando pessoas.

Temos duas missões como contadores. A primeira é ajudar outros empresários a calcular os riscos do seu negócio, e a segunda é realizar essas contas para os nossos investimentos e arriscar mais. Afinal, como vamos vender o projeto de expansão e crescimento para nossos clientes se não nos arriscamos e evoluímos?

Gostaram do conteúdo? No próximo post, explicaremos mais um comportamento para ser um empreendedor de sucesso!

Aproveite nosso material

Quero te ajudar a evoluir no negócio do seus clientes e também no seu. Clique aqui e baixe a planilha que usei com esse cliente. Nela, coloquei diversos dados como investimentos, capital de giro, projeção financeira, ROI, Pay back e outras informações.

Além disso, pergunte-se:

– “Que riscos devo tomar para melhorar meu negócio e crescer?”
– “Como fazer para ser um profissional bem sucedido e deixar minha família com orgulho?”

Algumas dessas respostas estão dentro do nosso modelo de negócio. Conheça a Franquia da CF Contabilidade, onde transformamos você em um contador consultor com um suporte de excelência e uma máquina de vendas que tem potencial financeiro para te fazer faturar mais. Quer saber como entrar para o time de Contadores Consultores da CF? Clique aqui!