02/05/2019

Modalidade de Royalties: Tudo o que precisa saber sobre

Todos nós já conhecemos os benefícios de se investir em franquias. Dentre as inúmeras vantagens as mais destacadas são: visibilidade da marca e know-how no mercado. Mas, também existe uma área que precisa de atenção dentro do mercado de franquias, os tão discutidos: Royalties.

franquias e royaltiesO que são royalties?

Se você não tem certeza o que são os royalties, a gente explica. Veja bem, a palavra “royalty” é de origem inglesa e derivada do termo “royalt”. O seu significado é propriedade e/ou de direito do rei e da rainha. Ainda não faz sentido? Calma… Historicamente, os royalties no contrato de franquias eram as importâncias pagas pelos plebeus aos rei e rainhas, em contrapartida do uso de seus bens. Como por exemplo, moinhos, pontes, ou então pela extração de recursos naturais, como, tirar água do rio, pesca, caçar…

Então, esse é o mesmo modelo usado por marcas para cobrança aos franqueados. Para utilização da marca e para aproveitar todos os serviços de apoio o franqueado paga à franqueadora um valor periódico chamado royalties da franquia. Essa não é uma cobrança obrigatória. A maioria das redes de franquia adotam os royalties no contrato de franquia como a principal remuneração dos franqueados. Quer entender mais sobre franquias, faça o download do e-book dos erros imperdoáveis que uma franqueadora jamais pode cometer.

A Lei de Franquia Brasileira (Lei 8.955/94) diz que os royalties são a “remuneração periódica pelo uso do sistema, da marca ou em troca dos serviços efetivamente prestados pelo franqueador ao franqueado”. É importante perceber que a lei não estabelece quais tipos de royalties podem ser cobrados. Logo, não são existem restrições relacionadas a como eles poderão ser cobrados do franqueado.

franquias e royalties

Como são calculados e cobrados?

O cálculo de cobrança de royalties é sempre algo que deve ser bem pensado, já que essa taxa pode ser determinante para o interesse de novos franqueadores da marca e deve ser pensada oferecendo vantagens a ambas as partes envolvidas.

Então, tendo isso em mente, observe que não faz sentido a rede franqueadora cobrar uma taxa de royalties muito alta, se franqueado não obtiver retorno dentro dos lucros da unidade de franquia.

O cálculo da franquia, geralmente, é feito de acordo com a estrutura e o suporte que a franquia oferece ao franqueado. Uma dica valiosa é pesquisar quanto as outras redes do mesmo segmento estão cobrando, assim é possível determinar o valor. Toda e qualquer franquia que tem um valor muito diferente de royalties tem um razão específica para isso e que merece um pouco mais de atenção. Lembre-se de que a melhor estratégia é ter uma visão totalitária do mercado.

Royalties Fixo, Misto e Reverso: como funcionam?

franquias e royalties

  • Royalties Fixo: Delimitar valor fixo

É uma modalidade simples. O franqueador pré-estabelece uma quantia que deve ser paga periodicamente, independentemente do faturamento da unidade. Usando essa modalidade não é necessário realizar o controle dos valores repassados, já que  facilita a fiscalização do franqueador e o franqueado já sabe exatamente o quanto vai pagar.

Royalties Misto: Cobrança do maior valor entre percentual e valor fixo

O franqueador estabelece um percentual a ser aplicado para o faturamento para cálculo dos royalties e um valor mínimo a ser pago pelo franqueado como royalties. Nessa modalidade, o franqueado paga o maior valor. Por exemplo: Determinando um valor mínimo de R$ 3.000,00 e a porcentagem de 5%, ele garante que, quando o lucro do mês for de R$ 50.000,00, o franqueado pague R$ 3.000,00 (valor maior), ao invés de R$ 2.500,00 (5%).

Esse modelo é motiva o franqueado a tentar faturar o máximo possível. Assim, o valor pago não terá uma proporção tão alta em relação ao seu lucro.

Royalties Reverso: Cobrança com base nas compras de produtos para a revenda

É muito comum em algumas redes de franquia, os franqueadores serem os principais e até mesmo os únicos fornecedores dos bens. Existem, também,  os modelos em que todos os pedidos realizados pelos franqueados são concentrados nos franqueadores. Assim, eles podem pedir aos fornecedores que farão as entregas e os abastecimentos em cada uma das franquias.

Essa opção é escolhida quando o franqueador precisa facilitar o controle e a qualidade.

Agora, que você entendeu tudo sobre royalties, esperamos que você possa usar seus novos conhecimentos para crescer e se desenvolver no mercado. Lembre-se que a CF Contabilidade estará sempre aqui para te apoiar e te oferecer material para alcançar seus sonhos e objetivos.