09/01/2020

Novas regras do cheque especial: alguma dúvida?

Nova forma de taxação do cheque especial precisa ser observada com atenção

As novas normas de taxação do cheque especial entraram em vigor na última segunda-feira (06/01/2020). A medida sancionada pelo Banco Central (BC) estabelece um teto de cobrança de 8% ao mês. O que reduziu o custo da linha, que era, em média, 12,4%.

Em contra partida o BC autorizou que os bancos passassem a cobrar de seus clientes uma tarifa fixa referente à disponibilidade de um limite de cheque especial. O que, em teoria, serve como compensação ao ajuste que deixa uma diferença de quase 1/3 do arrecadamento da taxa, além de atender a uma demanda antiga das instituições financeiras.

A cobrança da tarifa máxima aplicada sobre o limite de crédito é de 0,25% àqueles que superarem os R$500. Tal reformulação já é aplicável nas contas novas e, a partir de 1º de junho, também aos contratos já existentes.

As principais instituições bancárias do país postergaram a mudança com exceção do Santander, mesmo defendendo que a taxa seja uma das medidas para baixar os juros no Brasil. Segundo relato de clientes o banco passou informações desatualizadas sobre as taxas de juros, apresentou falta de clareza no atendimento telefônico e informações conflituosas, diferente dos demais bancos que demonstraram ter um roteiro alinhado às novas regras.

As mesmas divergências foram encontradas no atendimento de instituições bancárias de menor porte, o que ajuda a fomentar certo desconforto e insegurança para os correntistas novos e, principalmente, os antigos.

Somado a isso, com estimativas que mostram que cerca de 90% das empresas têm valores de tributos pagos indevidamente e que o prazo para gerenciá-los e fazer sua recuperação espreme-se num período de 5 anos, a percepção comum ajuda a assustar a maioria dos possíveis novos clientes de se arriscarem com suas finanças.

Sempre atenta às variações do mercado e, principalmente, às necessidades de seus clientes, a CF Contabilidade oferece seus serviços especializados na área. Com diversos produtos à disponibilidade, é fácil encontrar um que ajude qualquer empresa de pequeno e médio porte a lidar com suas finanças. Como o CF TAX, que ajuda você empresário a reduzir custos com tributos e a se prevenir de eventuais autuações e/ou multas.

Com essa ferramenta a CF te oferece uma forma de resolver seus problemas de alta carga tributária, aumentando seus lucros e, ainda, colocando dinheiro de forma imediata no seu caixa. Impedindo que suas autuações fiscais subam à taxas de mais de 100% a cada ano por sonegação ou erros no cálculo de impostos.